Segundo pesquisador 7,8% do território brasileiro é ocupado pela produção agrícola

O dado foi apresentado durante palestra realizada na Fenicafé, que acontece até quinta-feira em Araguari

O setor agrícola ocupa cerca de 7,8% do território nacional. É o que afirma o pesquisador da Embrapa Territorial, Evaristo Miranda, que esteve em Araguari, durante a Fenicafé para análise e divulgação de dados do CAR – Cadastro Ambiental Rural.

A NASA, agência especial norte-americana, também demonstrou números parecidos. Segundo o órgão, o Brasil utiliza apenas 7,6% de seu território com lavouras, somando 63.994.479 hectares.

Os números da NASA datam de novembro de 2017, indicando percentual menor, mas segundo Miranda, é normal a pequena diferença de 0,2% entre os dados brasileiros e norte-americanos.

Os números da NASA, e também os da Embrapa, estão sendo utilizados para rebater a crítica recorrente da comunidade internacional de que os “agricultores brasileiros são desmatadores”. “Os agricultores brasileiros cultivam apenas 7,6%, com muita tecnologia e profissionalismo”, assegura Evaristo de Miranda.

Tanto os estudos da Embrapa, quanto a Nasa, demonstram que o Brasil protege e preserva a vegetação nativa em mais de 66% de seu território e cultiva apenas 7,6% das terras. A Dinamarca cultiva 76,8%, dez vezes mais que o Brasil; a Irlanda, 74,7%; os Países Baixos, 66,2%; o Reino Unido 63,9%; a Alemanha 56,9%.

Evaristo de Miranda explica que o trabalho conjunto da NASA e do Serviço Geológico (USGS) dos Estados Unidos fez amplo levantamento com o mapeamento e o cálculo das áreas cultivadas do planeta baseados em monitoramento por satélites. Durante duas décadas, a Terra foi vasculhada, detalhadamente, em imagens de alta definição por pesquisadores do Global Food Security Analysis, que comprovaram os dados antecipados pela Embrapa.

Fenicafé - A Feira reúne especialistas, estudantes e produtores de café em um mesmo espaço. É uma grande oportunidade para discussão de aspectos relevantes da cafeicultura irrigada e tem contribuído para o crescente cultivo dessa modalidade no Brasil.

Promovida pela Associação dos Cafeicultores de Araguari (ACA), a Fenicafé é dividida em três partes: o Encontro Nacional de Irrigação da Cafeicultura do Cerrado, a Feira Nacional de Irrigação em Cafeicultura e o Simpósio de Pesquisa em Cafeicultura Irrigada. O evento acontece até quinta-feira(15), no Pica Pau Country Club em Araguari, no Triangulo Mineiro.