FENICAFÉ: Não houve supersafra brasileira em 2018 – CNC

 

A safra de café colhida pelo Brasil em 2018, de 61,7 milhões de sacas de 60 quilos, segundo a Companhia Nacional do Abastecimento (Conab), “não foi uma supersafra, mas sim uma safra com volume suficiente para abastecer o mercado interno e as exportações adequadamente”, disse o presidente do Conselho Nacional do Café (CNC), Silas Brasileiro, em apresentação na Fenicafé - Feira Nacional de Irrigação em Cafeicultura, em Araguari, no Cerrado de Minas Gerais.

A produção de 2019 está estimada entre 50 a 54 milhões de sacas. Com exportação de 37 milhões de sacas, aproximadamente, e um consumo interno de 22 milhões de sacas, a demanda totalizará 59 milhões de sacas. “Então vamos precisar daquilo que produzimos a mais em 2018 para abastecer o mercado em 2019”, assinalou o presidente do CNC.

Segundo ele, “há muita especulação e divulgação sobre uma suposta supersafra que, na verdade, se não tivesse o tamanho obtido, o setor não poderia abastecer o mercado interno e muito menos as exportações”, enfatizou, apostando ainda que, em breve, o mercado estará equilibrado em termos de oferta e demanda.

 

FENICAFÉ - A feira é voltada para a cafeicultura irrigada incluindo o processo de cultivo, plantio, manejo e colheita. É também um local para a divulgação de pesquisas e uma vitrine para as empresas expositoras que produzem produtos voltados para a cafeicultura.

O evento atrai todos os anos um público bem específico – produtores, pesquisadores, engenheiros, técnicos e estudantes que buscam conhecimentos na área de irrigação e cultivo de café. Todos os anos, passam pela Fenicafé um público médio de 20 mil pessoas, durante os três dias de evento. (Com Fábio Rübenich (fabio@safras.com.br) / Agência SAFRAS)